PAIS S.A.

Print Friendly, PDF & Email
Avalie o artigo

Recentemente, no final de dezembro passado, escrevi um texto chamado Mães S.A.
Pensei logo depois em escrever sobre os pais, mas a inspiração e a motivação ainda não haviam chegado.
Hoje recebi a motivação que faltava!
Ao pegar meu filho caçula de 14 anos na escola hoje, por volta de 12:45 horas, e logo que coloquei o carro em marcha, ele me disse, em meio ao som ligado, pois ele liga o som assim que adentra o carro, o seguinte: “Você é o melhor pai do Brasil! Do Brasil não, do mundo!”.
Não ouvi direito inicialmente o que ele disse, por causa do som meio pesado que tocava, e então perguntei: “O quê? O que foi que você falou?”.
Ele disse em seguida: “Você é o melhor pai do mundo!”.
Fiquei emocionado e disse: “Toca aqui (estendi a mão direita para ele bater). Que legal ouvir isso de você. Por que você está dizendo isso?”
Ele me disse: “Eu sempre quis lhe dizer isso, mas nunca disse!”
Então perguntei: “E por que está dizendo agora?”

Ele respondeu: “Porque posso não ter outra oportunidade!”.
Peguei na mão dele, emocionado!
Perguntei em seguida: “Mas o que levou você a fazer isso agora? Você ouviu alguma coisa na escola, e então fez uma comparação comigo?”
Ele respondeu: “Sim”.

Aí ele disse que eu era perfeito, e eu dizia que tinha defeitos, que não era perfeito. E ele me defendia, dizendo que eu me preocupava com as pessoas. E citou o exemplo de ontem, quando no café do cinema achei um celular e peguei para entregar na gerência do cinema, porque se deixasse na mesa onde achei alguém poderia levar.
Vivo deixando as pessoas atravessarem as ruas, quando estou dirigindo, com ou sem faixa de pedestres, e estou sempre procurando dar alguma lição e ensinar ele a ser gentil com as pessoas, ser caridoso.
Ele tem percebido isso, e parece estar me comparando com outros pais de colegas.
Falou que eu não bebo, dando a entender que ouviu caso de algum garoto que o pai bebe e deve ser violento.
Fiquei tão feliz com o que ele disse!

Não que eu me ache perfeito! De forma alguma! Mas por perceber que ele me admira, e reconhece o que faço por ele. Isso é importante entre pai e filho! Admiração, para que o filho se espelhe no pai, quanto às qualidades apenas, é claro.
Ele me admira pelo que tenho de melhor! Isso é ótimo!
Desde que ele era pequenino, sempre levei a todos os parques de diversão, cinemas, praia, circos, etc., quase que em todos os finais de semana.
Até hoje, praticamente todo fim de semana vamos ao cinema, e muitas vezes deixo de ver o filme de minha preferência para assisitir com ele o filme que ele quer ver. Sempre foi assim!
Minha preocupação é até exagerada com ele!

Trato meu menino com imenso carinho! Eu o amo de verdade!
Faço tudo por ele, e até morreria por ele a qualquer momento!
Muitas vezes deixei de viajar com minha esposa por causa dele, porque ele não ficaria bem sem mim em casa.
Pode ser exagero, mas sou assim! Sou um super pai, como diz a minha mãe!
Com meu filho mais velho era a mesma coisa, até ele atingir uma idade em que já não me acompanhava mais para lugar nenhum, a não ser em viagens de férias.
Na infância, sempre tive o mesmo carinho, a mesma preocupação com o mais velho, e o levava a todos os circos, cinemas, parques de diversão, etc., que ele quisesse.
Até hoje faço tudo pelo mais velho! Já viajei tarde da noite para socorrê-lo a 160 km de distância, apenas por causa de bebida.
Amo meus filhos! Faço tudo por eles! Doo-me totalmente a eles!
Meu pai era exatamente assim!

Lembro-me da infância, quando meu pai levava seus oito filhos para a praia todo fim de semana, para cinema, para circos, para zoológicos, para shows, etc.
Mesmo quando estava sem carro, ele nos levava de ônibus. Nada era obstáculo para ele nos proporcionar diversão, lazer!
Meu pai era um super pai! Acho que inconscientemente eu tentei copiar a sua maneira de ser pai!
Fui um pai que trocava fraldas quando os meninos eram bebês, colocava para dormir, acordava no meio da noite ao menor sinal de choro e levantava correndo para ver o que era, e fazia mamadeira, trocava fraldas e colocava para dormir, catando canções de ninar.
Fazia isso com alegria, porque amava meus pequeninos!
Colocava no ombro e dançava, até eles dormirem!

Meu filho caçula está crescendo! Logo não vai mais querer sai comigo! Depois, terei que esperar pelos netos, para colocar no colo, levar ao cinema, circo, etc.
Vejo pais que deixam seus filhos em casa, sem levá-los ao cinema jamais, nem circo, nem parque de diversões, nem a lugar algum, salvo de vez em quando a uma praia, porque ficam em casa bebendo, se embriagando, ou bebendo na rua com amigos.
Pais que vão jogar bola e beber com os amigos nos finais de semana, e deixam seus filhos na rua, sempre.
Não está errado o pai ter suas diversões, seus encontros com amigos. Mas o erro é o abandono dos filhos! Há pais que não ligam mesmo para os filhos!
Vejo, quando levo meu filho para ver uma animação no cinema, muito mais mães levando as crianças do que os pais. Muitos vão beber, ou jogar bola. Muitos não veem seus filhos crescerem!
A infância passa tão rápido!

Quando se derem conta, entre uma bebedeira e outra, aqueles garotinhos já estarão de barba, e não vão mais querer sair com eles.
Há pais e pais, como há mães e mães.
Um bom pai educa sobretudo com os seus exemplos, sem beber na frente dos filhos, muito menos sem ficar bêbado na frente deles!
Uma única vez fiquei “alto” na frente de meu filho, e vomitei no carro, e ele lembrou disso por anos. Minha esposa teve que me levar para casa e me colocar para tomar banho. Ele era bem pequenino. Nunca mais isso aconteceu! Deixei de beber totalmente!
Não fumo, não tomo uma gota de álcool, não uso drogas! Acho que isso já dá um bom exemplo a meus filhos!
É claro que não é só isso! Há o respeito à esposa, não brigar em casa, e muito menos agredir a esposa, o que jamais deve acontecer, principalmente na frente dos filhos! Isso não deve acontecer nunca!

Pais jamais deveriam chegar em casa bêbados! Jamais deveriam beber e chegar em casa brigando e batendo na esposa e nos filhos! E isso acontece em muitos lares brasileiros!
Pais devem dar o bom exemplo! Devem ser honestos, e ensinar a honestidade a seus filhos!
Devem respeitar as leis, os sinais de trânsito, e tudo o mais, e ensinar o certo a seus filhos.
Não adianta dizer uma coisa e fazer outra! Não dá certo aquela estória do “faça o que digo, não faça o que eu faço”.
Pais precisam ser coerentes! Precisam fazer o que pregam a seus filhos! Não podem fumar e dizer que cigarro é prejudicial! Beber e dizer para os filhos não beberem! Usar drogas e pregar o não uso das drogas porque elas fazem mal!

Pais são exemplos! Pais ensinam pelo seu exemplo!
Colocar uma criança no mundo é fácil! Os cachorros e gatos fazem isso!
Ser pai vai muito além disso!
Pai é como um anjo da guarda dos filhos!
Ninguém tem medo do seu anjo da guarda! Assim, ninguém deveria ter medo do seu pai!
Respeito, admiração! Medo jamais!
Nossos filhos nos copiam!

Tento copiar muita coisa que via meu pai fazendo, e como ele nunca chegou em casa bêbado, e aliás eu nunca o vi bêbado, nem nunca bateu em minha mãe, eu também nunca fiz isso!
Sinto-me protetor de meus filhos! Peço a Deus que me permita viver o suficiente para vê-los encaminhados na vida como homens de bem.
Ficarei feliz na outra dimensão se conseguir isso!
Espero que todos os pais que lerem este texto façam uma reflexão!
Se você já é um super pai, parabéns! Continui assim!
Caso ainda não tenha atingido esse patamar de pai, faça uma forcinha para melhorar! Lembre que a vida é curta, e que as crianças se tornarão adultos rapidamente, e elas vão se lembar de você pelo resto da vida, como um bom pai, que foi um anjo da guarda para elas, como o meu pai Durval foi para mim, ou se lembrarão de você como um pai ausente, relapso, violento, gressivo, beberrão, enfim, um mau pai…

Como você quer ser lembrado por seus filhos?
Você já disse a seu pai que o ama? Já disse que ele é o melhor pai do mundo? Ou vai deixar para o Dia dos pais?
TODO DIA É DIA DOS PAIS!
Como me disse hoje meu filho caçula, você poderá não ter outra oportunidade! Diga hoje que o ama, e que ele é o melhor pai do mundo!
Um grande abraço em todos os pais do mundo!
Muita Paz.

Salvador, 14 de março de 2011.
Luiz Roberto Mattos

Conheça nossa loja virtual: http://mestresanakhan.com.br/loja/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *