ENTRANDO EM FORMA

Print Friendly, PDF & Email
Avalie o artigo

Em minhas caminhadas matinais, que tenho feito três vezes por semana, tenho observado as pessoas, tenho me observado, tenho lembrando meu passado, da juventude, e tenho refletido muito sobre as razões de as pessoas fazerem exercícios físicos.
Quando eu era jovem, malhava muito, fazia muita ginástica, fiz halterofilismo, que depois virou musculação, e se generalizou, fiz capoeira, judô, nadava, corria, andava de bicicleta, pegava onda, e outras coisas mais.
Meu objetivo era unicamente ficar em forma!

O que significa ficar em forma, ou entrar em forma?
Significa, a meu ver, e baseado em minha experiência pessoal, alcançar uma forma física bela, com músculos definidos, sem barriga, sem gordura aparente, sem pneus, etc.
Era isso o que eu queria na juventude, e acho que é isso o que os jovens de hoje também buscam.
Não apenas os jovens, mas muita gente da meia-idade também está buscando entrar em forma exatamente com esse objetivo.
Quando ando pela manhã cedo, vejo mais pessoas da meia-idade, e quando ando pela tarde vejo mais jovens.
Contudo, percebo que enquanto muitos jovens fazem corrida, os da minha faixa (53) etária caminham. E enquanto os mais velhos alongam e caminham, os mais jovens procuram fazer exercícios que aumentem sua massa muscular.

Assim, vejo que os mais velhos estão começando a buscar atividades físicas mais leves, sem grande preocupação com aumento de massa muscular, sem querer ficar malhado, mas os mais jovens pensam principalmente nisso.
Fico a pensar em quantas pessoas, principalmente os mais jovens, estão preocupados com a saúde.
Sinto que a maioria dos jovens está apenas buscando a forma, a aparência, com uma musculatura bem definida e desenvolvida, para chamar atenção do sexo oposto, ou do mesmo.
Os mais velhos, da meia-idade em diante, que já buscaram no passado também apenas a forma física, a aparência, agora estão, em parte, buscando a saúde, por recomendação médica, por conselhos de amigos, por verem tantas reportagens na televisão falando sobre a necessidade das atividades físicas para ajudar a combater a obesidade, ajudar a controlar a pressão alta, para manter o coração saudável, combater o estresse, etc.

A cada dia estamos percebendo mais e mais que realmente a atividade física é importante para manter a saúde do corpo físico.
Quando passamos da fase de buscar encantar os outros com nossos músculos, de conquistar pelas pernas bem torneadas, ombros largos, bumbum saliente, bíceps e tríceps enormes, etc., e amadurecemos um pouco, e vemos que estamos cheios de gordura localizada no abdomem, nas laterais (pneus), quando não no corpo todo, e estamos com problemas cardíacos por excesso de mau colesterol acumulado nas artérias, ou estamos com hipertensão, com risco de derrames, infartos, etc., então começamos a buscar as atividades físicas por necessidade de saúde.
Para ser sincero, eu que já fiz tantas coisas em termos de atividades físicas, hoje não sinto mais atração por quase nenhuma delas, ressalvando as caminhadas.
No entanto, o estado da minha coluna vertebral, já meio complicada, hoje me obriga a ter uma atividade física constante, regular, por questão de saúde, pois já não busco mais desenvolver bíceps e tríceps para mostrar aos outros.

Há pessoas que na juventude não praticaram esportes, não fizeram atividade física alguma, e chegaram à meia-idade com o corpo cheio de problemas, muitas vezes obesos, hipertensos, e, com a vida corrida e estressante que levamos hoje, com constantes e diários congestionamentos no trânsito, dentre tantas outras coisas, não ter uma atividade física faz o corpo sentir ainda mais os efeitos do estresse da vida diária.
É uma necessidade real a manutenção de alguma atividade física, sobretudo aeróbica, como caminhada, corrida, bicicleta, natação, remo, ou outras, pois elas ativam e estimulam o coração e todo o aparelho circulatório e respiratório.
O pulmão precisa de oxigenação constante, e as atividades físicas aeróbicas fazem isso aumentar durante a sua prática.
A atividade física reduz o risco de obesidade, ajuda a emagrecer, a manter o peso, diminui o risco de hipertensão, de infarto, além de evitar uma série de outros males físicos.
Uma atividade física regular ajuda a alcançar e manter a saúde física!

Além disso, uma atividade física também ajuda a acalmar a mente, e a desestressar.
Não há contraindicação para uma atividade física saudável!
Se a pessoa tem problemas cardíacos ou outros igualmente sérios, é bom primeiro buscar o conselho de um médico sobre qual tipo de atividade física pode fazer, para não correr nenhum risco.
Precisamos deixar de ser imediatistas, de pensar apenas no corpo em termos de aparência externa, parar de buscar as academias apenas pensando em ficar em forma determinada unicamente pensando em atrair parceiros sexuais.
A idade chegará para todos! Todos envelheceremos, a não ser que morramos cedo!
Assim, precisamos pensar no corpo como instrumento de evolução, como veículo do espírito, não apenas como instrumento sexual, que deve estar sempre dentro de um determinado padrão de forma estética para agradar pessoas com vistas a uma atividade sexual fortuita, ou uma relação duradoura como um casamento.
Buscar a saúde, acima de tudo, e não apenas a aparência!

Já fui malhado também! Já tive músculos avantajados!
Hoje apenas penso na saúde, em não ter dores de coluna, em não deixar minha coluna piorar cada vez mais, em não ficar acima do peso ideal, pois muita gordura acumulada no abdomem dos homens representa risco de infarto.
Não quero músculos hipertrofiados, não quero ficar triangular, sem poder fechar os braços ao longo do corpo, como alguns malhados que vejo nas ruas.
As mulheres não precisam ficar com as pernas da Ivete Sangalo ou da Cláudia Leite! Elas dependem disso, além da voz, para ficar na crista da onda do sucesso!
Você, mulher leitora, precisa disso?
Você, homem leitor, precisa ter os músculos do Arnold, o exterminador do futuro?
O que precisamos, e o que devemos buscar, é a saúde!

Fazendo atividades físicas moderadas, e cuidando da alimentação, evitando excessos de açúcar e gorduras, principalmente, e também do sal, teremos boa saúde física.
Cuidar do corpo físico, do seu interior, não apenas da sua aparência externa, é dever do espírito, pois dele dependemos para continuarmos aqui encarnados.
Como diziam os gregos, “mente sã em corpo são!
A saúde tem que ser integral, ou seja, do corpo e da alma!
Muita Paz.

Salvador, 24 de setembro de 2011.
Luiz Roberto Mattos

Conheça nossa loja virtual: http://mestresanakhan.com.br/loja/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *