Pesquisar:


Tem este espaço virtual

como único objetivo

divulgar meus trabalhos,

esperando com isso estar

contribuindo para o

crescimento das pessoas,

para o despertar da

espiritualidade e o desejo

do estudo sério sobre as

coisas do espírito.

 

Preecha o formulário abaixo para receber informativos do site:

Nome:
E-Mail:
Sites parceiros:
IPPB

Revista Crista de Espiritismo

Santuário

 ::   Textos do autor - clique no título para ler na íntegra

Voltar
Quantidade de leituras:1793    Versão para impressão
O SENTIDO DA VIDA
Há poucos dias atrás fiz uma palestra sobre o sentido da vida, e foi uma das melhores palestras que já fiz na minha vida, porque adoro falar sobre o tema.

Gostaria de trazer um pouco da reflexão para os leitores.

Há muitas pessoas no mundo que levam a vida como se ela fosse a única, sem crer na continuidade da vida, como espírito, em outro mundo ou dimensão.

Por outro lado, há os acham que a vida continua, no céu, no paraíso, ou no mundo dos espíritos, mudando apenas a sua concepção em relação a como será a nova vida depois da morte.

Há, ainda, os que acreditam que já vivemos antes, como outra pessoa, em outro corpo, várias vezes, e que no futuro retornaremos também em outros corpos.

Assim, há os espiritualistas imortalistas, mas não reencarnacionistas, e há os espiritualistas imortalistas reencarnacionistas.

Para a nossa reflexão, no entanto, não importa se o leitor acredita ou não na reencarnação.

Basta que seja imortalista, ou seja, que acredite na imortalidade da alma, na sobrevivência da alma após a morte do corpo de carne.

Se acreditamos que somos almas, espíritos, ora vivendo em um corpo carnal, material, temporariamente, e que depois da morte viveremos em outro mundo, não importando qual seja exatamente a compreensão que tenhamos dele, devemos ter alguma compreensão sobre o sentido da vida.

Qual é o sentido da vida?

Por que estamos aqui, no mundo, vivendo em um corpo de carne?

O que estamos fazendo aqui?

A vida tem algum sentido, ou estamos aqui por mero acaso, vivendo por viver, apenas gozando os prazeres da carne, os prazeres dos sentidos, e tudo no fim acabará em nada?

Estamos aqui para aprender? Estamos? Então, o que temos que aprender?

O que você está fazendo na vida? O que você está fazendo da sua vida?

O que é o corpo? Um veículo da alma? Um instrumento de evolução?

Como você está tratando, como está cuidando do seu corpo?

Está apenas aproveitando a estadia no corpo de carne para tirar dele o máximo de prazer possível?

Está na vida apenas para comer, beber, fazer sexo, tomar drogas, fumar e gozar outros prazeres sensórios?

Nosso corpo é como uma máquina, que tem um tempo de vida útil.

Se usarmos mal essa máquina, ela vai se estragar em tempo menor, e então nossa vida física terminará antes do previsto!

Podemos ter nascido com uma programação divina para viver 80 anos, mas o uso frequente, habitual e exagerado de cigarro poderá reduzir esse tempo para 40 ou 50 anos!

Podemos ter uma programação para viver 80 anos, e a ingestão de bebidas alcoólicas em demasia diminuirá esse tempo de vida útil de nosso corpo para 50 anos!

O uso de drogas, sobretudo as mais pesadas, pode encerrar uma vida em um minuto, em uma overdose.

O consumo de muita gordura animal pode levar ao entupimento de artérias impedindo que o sangue chegue até o coração e seja bombeado para o resto do corpo, pondo fim à sua existência num piscar de olhos.

Quanto tempo você gostaria de viver?

Está vivendo de acordo com esse desejo?

Quem come muito, e mal, e bebe muito e fuma muito tem pouca chance de viver muito!

Assim, é preciso ajustar o seu modo de vida ao tempo que gostaria de viver!

O que está aprendendo na vida?

Não estamos aqui só de passagem! Ninguém vem ao mundo apenas a passeio, ou a recreio!

A Terra ainda não é um mundo de felicidade! Não é um mundo destinado aos espíritos felizes!

No entanto, também não é um planeta presídio!

A Terra é um “Planeta-Escola”!

Estamos aqui para aprender!

Então, precisamos entender o que temos que aprender aqui!

Estamos no mundo apenas para aprender a ganhar dinheiro? E estamos apenas trabalhando para isso, para acumular muito dinheiro?

Quando atingirá a sua meta? Quando juntar um milhão de reais?

Será que quando for atingida essa cifra você não vai colocar a meta mais adiante, em dois milhões, e depois em três, e em seguida em cinco milhões, etc.?

Quando desenvolvemos a ambição, ela se transforma em ganância, em usura, etc. E não há mais limite. Estaremos sempre querendo mais!

Minha mãe sempre diz que “caixão não tem gaveta”.

Nunca vi, de fato, em qualquer enterro, um único caixão com gavetas!

Assim, já fui a enterros de gente que foi muito rica nesta mundo, mas que partiu para o outro mundo pobre, levando consigo apenas a roupa do corpo.

Como essas pessoas chegarão ao céu, ao paraíso, ao mundo espiritual?

Como elas se sentirão pobres, depois de tantos anos de riqueza?

Nada que seja material pode ser levado para o outro mundo, para a outra vida!

O que poderemos levar, então?

Só levaremos as nossas experiências, o nosso aprendizado, as nossas lembranças, os nossos sentimentos, os nossos afetos, e tudo o mais que for absorvido pela mente e pelo coração da alma.

Dinheiro, roupas caras, carrão, mansão, avião particular, fazenda, ações de bolsa de valores, empresa, nada disso será levado!

Assim, parece insensato, para dizer o menos, trabalhar e visar apenas acumular essas coisas que não poderemos levar na nossa bagagem para a grande viagem!

Parece ser mais inteligente acumular conhecimentos úteis, sentimentos nobres, valores superiores, virtudes, amor, amizade, porque ninguém poderá nos tirar isso.

O que se leva dessa vida é a vida que se leva, já dizia um velho amigo.

Realmente ele estava certo, mesmo sem ter um profundo conhecimento do que falava brincando, e com outro sentido.

Ele falava de gozar a vida, que é o que muita gente procura, sem maiores preocupações com a vida futura.

Se haverá céu e inferno, duas opções fixas e imutáveis, como algumas religiões acreditam e pregam, então após a morte do corpo iremos para um ou para outro.

Quem acredita nisso deveria pautar a sua vida na construção de um “tesouro” na alma, onde a ferrugem e as traças não poderão destruir, como dizia Jesus Cristo.

Do mesmo modo, quem acredita que há um mundo espiritual onde há movimentação, pela evolução, e que poderemos ir inicialmente para as zonas escuras, o chamado umbral, ou mesmo as trevas, mas com possibilidade de mudança, arrependimento, remorso, e resgate para ser levado posteriormente para regiões de luz, igualmente deveria pautar também a vida de modo a ir para os lugares mais agradáveis após a morte corporal.

Se pudermos ter uma vida futura agradável, boa, e sem sofrimento no outro mundo, porque vivermos aqui de forma a depois seguirmos para infernos escuros e sombrios, terríveis, para ficarmos nele 50 anos, 100 anos, 200 anos, ou até por toda a eternidade, como alguns acreditam?

Uma vida de 30, 40 ou 50 anos de maldade, de desajuste, de descontrole, de crime, de corrupção, etc., poderá significar 100, 200, 500 anos ou até mais em lugares horríveis no outro mundo!

Será que compensa? Será que a satisfação de todos os desejos durante anos justifica tamanho sofrimento por tempo muito longo?

Parece-me que não!

Odiar nos rebaixa! Guardar mágoa, rancor e ressentimento adoece a alma, e depois de algum tempo isso gera desequilíbrio energético, que termina descendo para o corpo físico, no processo chamado de somatização.

A esmagadora maioria de nossas doenças começa na alma, na mente e no coração interior!

Se acreditamos realmente em uma vida após a morte, se somos de fato e verdadeiramente espiritualistas imortalistas, e aí se incluem cristãos, judeus, muçulmanos, budistas, hinduístas, etc., não há lógica alguma em se viver com foco no corpo, na matéria, apenas procurando a satisfação do gozo dos sentidos corporais. Tudo isso terminará com a morte corporal!

Se só a alma, se só o espírito sobreviverá, então é mais lógico focar a vida nos valores espirituais, e viver como espírito, buscando amealhar um “tesouro” que poderá ser levado consigo para a vida futura.

Aí, sim, chegaremos ao outro mundo ricos, com muitas coisas acumuladas, coisas que nos serão úteis eternamente!

Não serão coisas, na verdade, no sentido material da palavra. Serão valores, aprendizados, experiências adquiridas, sentimentos construídos, etc. Será algo construído na alma, e por isso algo que não poderá ser tirado de você.

A vida tem um sentido! Tudo na vida tem sentido!

Qual o sentido a ser dado na sua vida só depende de você!

Você é o timoneiro do seu barco! É você quem está no controle do leme do barco da sua vida! É você quem dá a direção à sua vida!

Se você crê verdadeiramente em uma vida após a morte, acerte o leme, e procure dar à sua vida uma direção mais condizente com o objetivo que você almeja!

Se quiser chegar ao outro mundo rico, e não pobre, inverta os valores que dá às coisas neste mundo.

Não viva para comer! Coma para viver!

Não se embriague com álcool, mas apenas com o amor!

Apaixone-se pela vida, mas não pelas coisas materiais que podem ser retiradas de você a qualquer momento!

Não fuja da realidade com drogas químicas! Aceite a realidade ou trabalhe para transformá-la!

Não se mate aos poucos com cigarro! Respeite e valorize mais o seu corpo, mesmo que ele não seja perfeito! Ele é o único instrumento de evolução que você merece neste momento, nesta vida!

Não viva pelo dinheiro! Papel e metal não amarão você!

Sua senha bancária será inútil na outra vida!

Suas ações e títulos de crédito não serão levados para o outro mundo, mesmo porque lá eles não teriam qualquer utilidade ou valor!

Reveja seus valores! Reflita sobre a direção que você está dando à sua vida!

Reajuste a sua direção, redirecione o leme do seu barco, e rumará para uma vida mais feliz na Terra material e também na vida no além, no mundo verdadeiro, no céu, no paraíso, nos mundos espirituais superiores, etc., de acordo com as suas crenças.

Se a sua vida parece não ter sentido, busque um novo sentido para ela, dê-lhe um sentido, e trabalhe pela sua felicidade nesta e na outra vida!

Muita Paz!

Salvador, 29 de abril de 2012.

Luiz Roberto Mattos















29/4/2012 11:42:27    Versão para impressão
Se desejar, faça um comentário:
Seu nome:
Cidade:
Faça seu comentário:
Favor digitar exatamente as letras da figura abaixo antes e clicar enviar:
Voltar    
Programação e Design por Alexei Bueno - Visitas: 399578

FECHAR

Criação da Loja Virtual e venda dos livros

Amigos, durante mais de nove anos mantive todos os meus livros disponíveis para download gratuito e uso em qualquer site.

Decidi recentemente iniciar a produção dos livros que nunca foram publicados impressos. Isso implica em custo com capa, diagramação, revisão e impressão.

Dessa forma, e por esse motivo, resolvi criar uma loja virtual aqui no site para a venda dos livros, inicialmente em formato e-book, e depois um a um impresso.

Não posso custear a edição física de todos os livros sem a venda dos e-books.

Já estão à venda meus livros eletrônicos (e-book), com preço razoável, para custear a edição física dos livros.

Em breve lançarei, impresso, o livro "O ALÉM - DE ONDE VIEMOS E PARA ONDE VAMOS". E farei lançamentos com palestras.

Em seguida virão os outros.

O pagamento das compras será feito através do Pague Seguro, que aceita qualquer cartão de crédito ou débito!

Muita paz!

Luiz Roberto Mattos

Clique aqui para entrar na Loja: www.mestresanakhan.com.br/loja