Pesquisar:


Tem este espaço virtual

como único objetivo

divulgar meus trabalhos,

esperando com isso estar

contribuindo para o

crescimento das pessoas,

para o despertar da

espiritualidade e o desejo

do estudo sério sobre as

coisas do espírito.

 

Preecha o formulário abaixo para receber informativos do site:

Nome:
E-Mail:
Sites parceiros:
IPPB

Revista Crista de Espiritismo

Santuário

 ::   Textos do autor - clique no título para ler na íntegra

Voltar
Quantidade de leituras:2527    Versão para impressão
PROJEÇÃO ASTRAL DO TIPO 2
Como já expus também anteriormente, a Projeção Astral do Tipo 2, ou Nível 2, conforme a divisão apenas didática que criei, é aquela na qual saímos do corpo físico e vamos para o Plano Astral, perdendo todo o contato visual e dos demais sentidos em relação ao Plano Físico.

Na denominação espírita, vamos para o mundo espiritual, o mundo dos espíritos desencarnados, genericamente considerado.

Enquanto encarnados, temos vários corpos ou veículos de manifestação, além do físico.

Temos o corpo físico, o corpo astral, o corpo mental e outros ainda mais sutis e de difícil compreensão para nós.

O duplo etérico não é um corpo ou veículo de manifestação, pois não sedia a consciência quando saímos do corpo físico.

Podemos, basicamente, e simplificando, para melhor entendimento, dizer que o mundo espiritual se divide em duas zonas bastante diferentes, uma escura e uma clara, em relação à claridade vinda da luz solar.

A luz solar, considerada não apenas a luz que vemos pelos olhos do corpo físico, mas também a luz solar em outros níveis mais sutis, apenas clareia a região do mundo espiritual que está acima da superfície da Terra, ou seja, a região acima da crosta terrestre.

Assim, o mundo espiritual, e aí se inclui o Plano Astral, o Plano Mental e os superiores a estes, estão acima da crosta ou abaixo da crosta terrestre.

O Plano Astral inferior começa na crosta terrestre, e desce até as profundezas do planeta.

Uma parte do Plano Astral somente recebe a luz solar da crosta terrestre para cima. Abaixo da crosta reina a escuridão, que vai se aprofundando e aumentando na medida em que descemos até o que alguns chamam de abismo, como no livro de igual título, de R.A. Rannieri, fruto de uma descida espiritual a zonas profundas do globo, sob a orientação do espírito André Luis.

Na região astral imediatamente acima da crosta, e muito próxima do solo físico mesmo, há relativa escuridão, mas não porque a luz do sol não possa chegar lá, mas porque nuvens psíquicas escuras, nascidas das emanações mentais dos espíritos encarnados e desencarnados barram a passagem da luz solar, o que pode ser visto quando olhamos para o alto estando fora do corpo e em viagem a essa região do astral inferior.

São nuvens marrons, e principalmente cinzas, como aquelas que vemos acima da crosta terrestre quando o céu está carregado de nuvens e perto de chover.

Ao descermos abaixo da superfície da Terra, abaixo da crosta terrestre, com o corpo astral, então os ambientes vão ficando cada vez mais escuros e assustadores.

Não há lá jamais luz solar!

A escuridão é grande, mas não total, dando para ver os objetos e os seres, como se houvesse uma lua cheia no céu.

Essa região astral escura que começa na crostra terrestre e desce um pouco abaixo dela, é a que os espíritas chamam de umbral, que quer dizer porta de entrada.

O umbral não é o que se chama de trevas!

No umbral estão milhões de seres em sofrimento, mas não tão grande em comparação com os que vivem nas zonas mais abaixo, aí sim, nas trevas, onde a escuridão é muito maior.

O umbral é mais ou menos como o purgatório criado pela Igreja Católica. É uma zona de transição, e intermediária, entre o “inferno”, que fica bem lá embaixo, nos abismos, nas trevas, e as zonas de claridade no Plano Astral médio e superior.

Muitos espíritos desencarnados vivem ligados ao Plano Físico, ou muito perto dele, indo para o astral logo abaixo da crosta, e vindo para cá a qualquer hora, sobretudo durante a noite, quando não há luz solar para “queimar” o ectoplasma de que eles precisam estar envolvidos para atuar nesta dimensão mais material.

A luz do sol destrói o ectoplasma. Por isso não se faz sessão de efeitos físicos durante o dia, nem sob a luz do sol. É preciso estar escuro para que se possa manipular o ectoplasma e produzir efeitos físicos, como a materialização.

Na parte do Plano Astral que fica abaixo da crosta terrestre, há regiões desérticas, como morros e vales sem vegetação, e há também aldeias, vilas, pequenas cidades, porém sem grande organização.

Há muitos espíritos vagando sem rumo por lá, sozinhos ou em grupos, unidos pelos laços da dor que se assemelha, por afinidade, por sintonia mental, emocional, e de sentimentos, e há muitos seres aprisionados por organizações tenebrosas, que os utilizam em trabalhos de obsessão, que sugam seu ectoplasma, ainda existente durante algum tempo logo depois da morte física.

Muitos espíritos já me disseram em reunião mediúnica que lá a moeda de troca é o ectoplasma!

Eles precisam do ectoplasma, que participa tanto do Plano Físico quanto do Plano Astral para virem até nós, encarnados, e agirem sobre nós.

O ectoplasma é uma substância intermediária, que faz a ponte entre os dois planos, o Físico e o Astral.

Na Projeção Astral do Tipo 2, saímos do corpo físico e descemos para o umbral, ou abaixo dele.

Dificilmente alguém se projeta e desce sozinho a zonas muito profundas, ou seja, desce para as trevas, para os abismos, porque poucos de nós têm realmente evolução espiritual suficiente para lidar com os seres poderosos e terríveis que comandam aquelas regiões tenebrosas.

Seríamos presas fáceis para organizações poderosas e extremamente numerosas que existem lá embaixo.

Assim, normalmente, podemos descer um pouco abaixo da crosta, bem perto do Plano Físico, onde as coisas são mais parecidas com as coisas com as quais estamos acostumados aqui.

Já tomamos sustos suficientes no umbral! Descer até os abismos e as trevas é muita pretensão, e isso pode ter um preço muito alto!

É melhor não se arriscar!

Quando nos disponibilizamos para o trabalho de socorro e resgate no Plano Astral, somos levados normalmente para zonas escuras, mas não muito, que é exatamente o umbral. Não somos levados para os abismos!

Poucos realmente estão preparados para ver e conviver com a realidade do astral mais inferior, que é bem parecido com o inferno de Dante.

É assustador!

Melhor nem pensarem nisso!

Procurem se desenvolver primeiro na Projeção do Tipo 1, andando pela Terra física, pelas cidades, pelos países, vendo as coisas daqui, até poderem ter certeza de que estão mesmo fora do corpo, sem qualquer tipo de dùvida. E depois, com o tempo, vão ser levados a zonas de dor e sofrimento para o trabalho de auxílio e resgate de espíritos que estão em grande sofrimento.

Só muito depois, após longa experiência e trabalho, talvez sejam levados a zonas mais escuras, mas não é a passeio, é para trabalhar, e em contato com realidades tristes demais, e muito chocantes.

Quando você se projetar para fora do corpo, se tudo estiver claro, com luz solar branca, estará no Plano Físico ou no Plano Astral médio a superior.

Se estiver vendo as cidades, ruas, casas, etc, que normalmente vê, estará no Plano Físico, projetado; se estiver em contato com outras realidades e ambientes, estará no Plano Astral.

Estando projetado em zonas escuras, fracamente iluminada com uma pálida luz meio azulada, estará no Plano Astral inferior, nas proximidades da crosta terrestre. E se tudo estiver muito escuro, e estiverem segurando tochas de fogo ou algum tipo de lanterna, estará em zonas mais profundas, nos abismos, nas trevas, no “inferno”.

Pouca gente consegue volitar, voar, levitar no astral inferior, porque lá nosso corpo astral fica mais denso, mais pesado, e sofre maior atração gravitacional da Terra.

Por isso, quanto mais descemos, mais nos cansamos, suamos, sentimos dores musculares, sede, etc, como bem descrito no livro Senhores da Escuridão, psicografado por Robson Pinheiro.

Quem quiser conhecer bem o umbral, e zonas um pouco abaixo dele, leia as obras de André Luis. E se quiser saber um pouco sobre os abismos, leia O Abirmo, de Ranieri, e Senhores da Escuridão, de Robson Pinheiro.

Jamais se aventurem e se atrevam a descer a zonas escuras sozinhos, sem um acompanhamento espiritual seguro, sério, que lhe dê proteção, pois lá embaixo é muito mais perigoso do que andar de noite sozinho nas piores favelas do Rio de Janeiro.

Os traficantes do Rio não são nada comparados aos espíritos que comandam as zonas escuras do Plano Astral inferior!

Muito cuidado ao se projetarem! Peçam sempre ajuda espiritual antes! E peçam para serem levados para lugares de aprendizado, e depois para o trabalho, mas tudo gradativamente, para não traumatizá-los com as realidades que podem ser chocantes!

Muita Paz.

Salvador, 11 de agosto de 2010.

Luiz Roberto Mattos

11/8/2010 12:56:47    Versão para impressão
Se desejar, faça um comentário:
Seu nome:
Cidade:
Faça seu comentário:
Favor digitar exatamente as letras da figura abaixo antes e clicar enviar:
Voltar    
Programação e Design por Alexei Bueno - Visitas: 379952

FECHAR

Criação da Loja Virtual e venda dos livros

Amigos, durante mais de nove anos mantive todos os meus livros disponíveis para download gratuito e uso em qualquer site.

Decidi recentemente iniciar a produção dos livros que nunca foram publicados impressos. Isso implica em custo com capa, diagramação, revisão e impressão.

Dessa forma, e por esse motivo, resolvi criar uma loja virtual aqui no site para a venda dos livros, inicialmente em formato e-book, e depois um a um impresso.

Não posso custear a edição física de todos os livros sem a venda dos e-books.

Já estão à venda meus livros eletrônicos (e-book), com preço razoável, para custear a edição física dos livros.

Em breve lançarei, impresso, o livro "O ALÉM - DE ONDE VIEMOS E PARA ONDE VAMOS". E farei lançamentos com palestras.

Em seguida virão os outros.

O pagamento das compras será feito através do Pague Seguro, que aceita qualquer cartão de crédito ou débito!

Muita paz!

Luiz Roberto Mattos

Clique aqui para entrar na Loja: www.mestresanakhan.com.br/loja